Tudo sobre o Human Experience Management (HXM), como funciona e a sua importância para o RH!

Uma mulher negra apertando as mãos de um homem

Muitos gestores ainda possuem dificuldade em fazer uma gestão de pessoas de qualidade. Por outro lado, existe um novo modelo de gestão que tem como foco a experiência dos colaboradores, conhecido como Human Experience Management (HXM).

Se uma organização deseja ter mais sucesso, reter talentos e diminuir os índices de turnover, é essencial adotar a metodologia HXM.

Mas você sabe o que é essa metodologia e para que ela serve? Este artigo tratará desse conceito e tirará as principais dúvidas sobre o assunto. Veja o que será abordado:

Quer saber mais sobre o HXM? Então acompanhe o artigo abaixo!

O que é o HXM (Human Experience Management)?

O Human Experience Management (HXM), traduzido para o português como “Gestão da Experiência Humana”, refere-se a um novo modelo de gestão de pessoas nas organizações.

Por meio desse conceito, os colaboradores são colocados no centro dos processos do RH. Ou seja, o foco do RH é empoderar os profissionais, tendo em vista que são eles que impulsionam o crescimento organizacional.

Antigamente, o gerenciamento do capital humano (HCM) tentava encaixar os profissionais no processo, já o HXM busca o oposto: ajustar os processos às pessoas, pois elas são o foco da empresa. 

Isso é possível por meio de ferramentas e tecnologia que a empresa oferece ao funcionário, para que ele possa ter uma experiência relevante e produtiva, e que proporcione melhores resultados para a organização.

Como surgiu esse novo conceito?

O Human Experience Management (HXM) surgiu por meio de um conceito antigo que existia nas empresas, o Human Capital Management (HCM). No modelo anterior, o objetivo do gerenciamento era facilitar e impulsionar os processos do RH.

Para isso, o RH desenvolvia diversas ações que buscavam melhorar a performance dos colaboradores, como bonificações, treinamentos e plano de carreira. Porém, apesar de haver uma preocupação com o profissional, o foco da gestão estava voltado para as necessidades do RH.

Com o passar dos anos, as organizações e os colaboradores foram evoluindo, manifestando novas necessidades, e assim surgiu o HXM, como uma versão melhorada do HCM. 

Diante dessa mudança, o foco da gestão ficou totalmente voltado para os profissionais, empoderando-os e capacitando-os e tornando as empresas mais humanizadas.

Para que serve a gestão da experiência humana?

O Human Experience Management serve para melhorar a experiência dos colaboradores na empresa, bem como melhorar a qualidade de vida desses profissionais no trabalho.

Para isso, o RH deve pensar em práticas que colocam a experiência dos colaboradores em primeiro lugar e que reflitam o modelo de cultura organizacional adotado pela empresa. Assim, por meio dessas medidas, será possível criar uma empresa mais humana.

Ao desenvolver um ambiente mais humano e positivo, a integração e o comprometimento dos profissionais tende a ser maior, fortalecendo os laços entre empresa e colaboradores.

Quais os objetivos do HXM (Human Experience Management)?

O principal objetivo do HXM é proporcionar uma melhor experiência para os colaboradores na empresa, de modo que os incentive a produzir mais, melhor, com mais qualidade e com menos erros.

Para isso, as empresas não precisam substituir a gestão do capital humano (HCM) pelo HXM, mas sim evoluir a partir dos insights que o HCM oferece e criar uma nova relação entre organização e colaboradores.

Para além disso, é possível listar os objetivos do Human Experience Management, como:

  • Focar nos profissionais que estimulam o crescimento da organização;
  • Trabalhar a favor das necessidades dos colaboradores;
  • Conectar pessoas com o negócio.

Desse modo, o HXM conecta os fatores que envolvem a motivação humana, a percepção, a consciência e a tomada de decisão com o comportamento dos líderes, acelerando o desenvolvimento dos profissionais.

Como funciona o HXM (Human Experience Management) no setor de RH?

Como mencionado, as organizações precisam adaptar-se às mudanças e adotar novos recursos tecnológicos em seus processos para que os colaboradores se mantenham engajados e trabalhem com agilidade.

E para que essa estratégia funcione no departamento de recursos humanos, as organizações devem colocar em prática os seguintes passos:

  • Realizar uma pesquisa de satisfação: saber como os funcionários veem a empresa, o que os motivam e os desmotivam, o que precisa ser melhorado na empresa, entre outros fatores;
  • Fazer reuniões somente quando necessário: é possível utilizar a metodologia scrum e realizar reuniões diárias de 15 minutos para saber como os funcionários estão, avaliar o andamento dos processos, tirar dúvidas, etc;
  • Definir estratégias: os gestores devem criar estratégias que auxiliem os profissionais a atingir as metas desejadas. Também é recomendado que os gestores utilizem KPI´s para avaliar se cada etapa está sendo cumprida conforme planejamento.

O Human Experience Management também promove ao RH mais agilidade e adaptabilidade aos processos, assim o setor fica livre para identificar, desenvolver e reter os talentos na organização.

Além disso, os recursos tecnológicos tornam o RH mais inteligente, e assim é possível desenvolver ações mais promissoras para a empresa. Desse modo, o setor consegue promover mais oportunidades para os profissionais e melhorar os processos internos.

Qual a diferença entre HCM e HXM?

HCM é a sigla para Human Capital Management, ou gestão de capital humano; já HXM é a sigla de Human Experience Management, ou gestão da experiência humana. 

Esses termos são semelhantes um ao outro, no entanto, o HCM trata da gestão do recurso mais importante para as organizações, o capital humano, porém essa gestão é feita com base em uma série de ações que visam abordar, atrair e desenvolver os colaboradores da organização.

Além disso, no HCM, um dos principais objetivos é mensurar, por meio do ROI, as entregas dos colaboradores. Desse modo, esse modelo de gestão utiliza recursos a fim de atingir as necessidades do RH, e não necessariamente dos colaboradores.

Porém, com as mudanças ao longo dos anos, os gestores buscaram uma forma de melhorar as experiências dos profissionais na empresa. Assim, o HXM surgiu para mudar a perspectiva que se tinha antigamente e as organizações passaram a se preocupar mais com os colaboradores e com suas necessidades.

Nesse sentido, o novo modelo de gestão coloca os colaboradores no centro da empresa e fornece a eles o que é necessário para se desenvolverem profissionalmente. Diante dessa mudança, os profissionais se sentem mais valorizados pelas empresas.

Qual a importância do Human Experience Management para empresas?

Colocar em prática o HXM traz muitas vantagens não só para as empresas, mas também para todos os colaboradores que atuam na organização. Isso porque quando os profissionais estão satisfeitos com seus empregos, tendem a se dedicar mais às suas atividades, gerando uma melhora nas entregas.

Para além disso, a estratégia de Human Experience Management, ainda é importante por outros fatores. Veja a seguir quais são:

  • Redução de turnover;
  • Aumento da produtividade;
  • Melhoria no clima organizacional;
  • Maior engajamento dos colaboradores;
  • Retenção de talentos.

Evolução do RH com a tecnologia e a gestão da experiência humana

As evoluções que as organizações enfrentaram nos últimos anos só foram possíveis com o apoio da tecnologia, e no setor de recursos humanos não seria diferente.

A tecnologia mudou e ainda muda a forma que os processos do RH funcionam hoje em dia; além disso, novos recursos tecnológicos podem melhorar a experiência dos colaboradores e auxiliar na evolução da empresa.

Por isso, veja a seguir como a tecnologia tem auxiliado na evolução do RH e de seus processos:

Processo de recrutamento e seleção

A tecnologia tem trazido novas ferramentas para dinamizar o processo de recrutamento e seleção, com o uso de jogos corporativos, por exemplo. Esses recursos fazem com que os candidatos se sintam mais atraídos pela empresa e desejam ingressar nela.

Onboarding

Com o apoio da tecnologia, o processo de integração de um novo colaborador pode ser ainda mais simples. Por meio de novos recursos, é possível desenvolver treinamentos conforme as necessidades de cada colaborador, formando uma trilha que ele deverá seguir na empresa para atingir seus objetivos.

Treinamento e desenvolvimento

A tecnologia também auxilia no treinamento e desenvolvimento dos colaboradores, ou seja, é possível ter à disposição uma plataforma para centralizar os conteúdos, gerenciar os treinamentos, acompanhar o desenvolvimento dos profissionais e ainda obter indicadores que auxiliam no processo de tomada de decisão.

Conclusão

Como foi possível perceber ao longo deste artigo, o Human Experience Management é uma inovação no setor de RH, que tende a evoluir ainda mais, tornando as empresas cada vez mais modernas e comprometidas com a necessidade de seus colaboradores.

Além disso, essa metodologia será um grande diferencial para as empresas, pois adotar essa medida demonstra que a organização se preocupa com os profissionais e com as necessidades deles. Assim, é possível atrair e reter talentos que se identificam com a organização, tornando-a mais competitiva no mercado.

Gostou de saber mais sobre o Human Experience Management? Então compartilhe o conteúdo e não deixe de acessar o blog da PontoTel para ficar por dentro das novidades!

otimize seu controle de ponto e ganhe tempo para sua gestão
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima