Lei de Pareto: entenda o que é e saiba os benefícios de implementar na sua empresa!

imagem de uma mulher sentada na frente de um computador

Você já ouviu falar na Regra 80/20? Também conhecida como Lei de Pareto, basicamente ela afirma que a proporção entre causa e efeito é, na maioria das vezes, igual à proporção 80/20.

Embora não deva ser encarada como uma fórmula mágica, essa lei revela uma tendência importante que pode ser observada em diferentes contextos, inclusive no ambiente corporativo

Nas empresas, a implementação desse conceito pode até mesmo gerar resultados positivos em termos de gerenciamento e organização.

Quer saber como isso é possível? Continue a leitura e confira as explicações sobre os seguintes pontos:

Boa leitura!

banner frequência de funcionários

O que é a Lei de Pareto?

imagem de uma representação da lei de pareto

A Lei de Pareto, também conhecida como Princípio de Pareto, estabelece a proporção 80/20 como causa e consequência de qualquer ação. Isso significa que apenas 20% das causas são responsáveis por 80% das consequências. 

Por conta dessa proporção, essa lei também é conhecida como “Regra dos 80/20” ou “Teoria 80/20” e pode ser aplicada em diferentes situações. 

Portanto, mesmo que você se dedique 100% a determinada ação ou projeto, apenas 20% dos seus esforços realmente vão se traduzir em resultados significativos. 

E essa é apenas uma das aplicações práticas dessa lei, que pode ser uma aliada importante no desenvolvimento de uma empresa.

Para que serve essa lei?

Entender o conceito da Lei de Pareto pode te ajudar em diversas situações da vida profissional e pessoal. Afinal, ela pode ser aplicada com as seguintes finalidades:

Aumentar a produtividade de uma empresa

Além de ser útil para resolver problemas, a lei de Pareto também ajuda a empresa a melhorar a produtividade de seus funcionários. 

Ao fazer uma avaliação de desempenho dos seus colaboradores, o setor de Recursos Humanos (RH) pode concluir que apenas 20% dos colaboradores fecham 80% dos negócios para a empresa, por exemplo.

Com base nesses dados, o gestor pode identificar os melhores colaboradores e entender qual perfil profissional é capaz de alcançar os resultados mais significativos. 

Ao mesmo tempo, um bom gestor e uma boa liderança também pode criar estratégias, como treinamentos, cursos, palestras, entre outras, para incentivar o restante dos funcionários. 

Assim, a empresa contribui não só para o desenvolvimento profissional de seus colaboradores, mas também com o crescimento do próprio negócio.

Melhorar a organização da rotina pessoal

Organizar a rotina, especialmente quando você tem muitas responsabilidades diárias, pode ser um desafio. Se você enfrenta esse tipo de dificuldade, então também pode utilizar a lei de pareto para se organizar melhor. 

Segundo a teoria 80/20, o ideal é começar a resolver as tarefas e atividades mais rápidas, que não exigem muito tempo para serem resolvidas. Somente depois disso, você se dedica às tarefas mais complexas e demoradas.

Como nem sempre é possível avaliar o tempo necessário para concluir cada tarefa, você pode avaliar a atividade de acordo com os resultados que elas proporcionam. 

Assim, fica mais fácil definir as tarefas prioritárias e começar pelas mais urgentes, por exemplo.

Ampliar o cumprimento de metas

A distribuição de prazos para conclusão de etapas e projetos também pode ser influenciada pelo conceito da lei de Pareto. 

Isso deve ser feito após a definição das prioridades de acordo com os resultados gerados a partir de cada fase ou projeto. 

Assim, o gestor pode definir um cronograma de execução com prazos coerentes com o grau de importância de cada etapa e com o nível de influência que cada fase ou projeto tem sobre os demais. 

Organizar sistemas de gestão

A definição de prioridades, prazos para cumprimento das metas e cronograma de atividades fazem parte das responsabilidades da gestão da empresa

Por isso, o uso da teoria 80/20 também influencia na organização e otimização dos sistemas de gestão, que se tornam mais fluidos. 

Assim, todas as etapas de um projeto podem ser interligadas e todos envolvidos, setores e profissionais, podem manter seus trabalhos alinhados.

Quem foi Pareto?

Agora que você já entendeu o conceito e algumas aplicações dessa lei, pode estar se perguntando de onde surgiu essa proporção 80/20. Para entender esses números, você precisa conhecer um pouco da história do próprio Pareto.

A Lei de Pareto foi desenvolvida a partir de um estudo criado em 1897 pelo renomado economista italiano Vilfredo Pareto

Na época, ele tentava entender como era a distribuição de renda na Itália e o que gerava a desigualdade social.

Durante sua pesquisa, o economista descobriu que 80% da riqueza do país estava concentrada nas mãos de apenas 20% dos italianos.

Um resultado semelhante foi encontrado num experimento inicial realizado pelo próprio Pareto. Observando as ervilheiras do próprio jardim, ele percebeu que apenas 20% das vagens produziam 80% das ervilhas.

Com base nisso, Pareto chegou à conclusão de que 20% das causas resultam em 80% das consequências. 

Como essa proporção também foi observada em outras situações, a teoria 80/20 passou a ser aplicada em várias áreas. Inicialmente, apenas no campo da economia, depois em áreas como ciência, computação, esporte, saúde, entre outras.

Como a lei de Pareto pode ajudar na solução de problemas empresariais?

Quando aplicada no ambiente corporativo, a lei de Pareto 80 20 ajuda na solução de problemas de diferentes formas, tais como:

  • Favorece a cultura organizacional;
  • Facilita a gestão de projetos;
  • Otimiza processos;
  • Aumenta a produtividade;
  • Mantém os funcionários engajados;
  • Incentiva a adoção de estratégias que visam o desenvolvimento profissional dos colaboradores;
  • Reduz custos operacionais;
  • Otimiza a gestão de tempo.

Quais são as vantagens de aplicar a Lei de Pareto nas empresas?

Além de ser aplicada em diversas situações, a Regra 80/20 também é responsável por promover vários benefícios para a empresa, tais como: 

  • Permite a identificação de atividades improdutivas ou não essenciais;
  • Ajuda a definir prioridades;
  • Auxilia a empresa a entender os fatores que aumentam sua produtividade;
  • Incentiva o monitoramento constante do desempenho de colaboradores, equipes e da própria empresa;
  • Permite a implementação de ações que incentivam o aumento da produtividade dos funcionários;
  • Facilita a organização e gestão das atividades da empresa.

Como implementar a lei de Pareto?

imagem de uma mulher sentada na frente de um computador segurando folhas de papel

Agora que você já sabe quais são os benefícios de aplicar a Lei de Pareto na sua empresa, pode estar se perguntando como implementar esse conceito no ambiente corporativo. 

Na verdade, existem várias formas de utilizar essa teoria na rotina da sua empresa. Porém, você pode começar seguindo as dicas abaixo.

Definir prioridades

O primeiro passo é definir prioridades. Para isso, é importante identificar processos ineficientes, ações que precisam ser melhoradas e os resultados obtidos a partir de cada atividade. 

A partir daí, fica mais fácil identificar quais projetos, processos e atividades devem ser tratados como prioridade e quais devem ser descartados. 

Esforçar-se pelo tempo necessário

Trabalhar e se esforçar muito em um projeto não significa que ele será bem sucedido. Portanto, ao invés de avaliar seus funcionários com base no tempo dedicado a determinada tarefa, avalie os resultados alcançados por cada colaborador. 

Assim, além de aumentar a autonomia das equipes, a liderança incentiva seus funcionários a decidir quando e onde vão trabalhar, segundo seus próprios limites, necessidades e picos de desempenho.

Delegar tarefas

Seguindo a lógica da lei de Pareto, apenas 20% dos funcionários realizam 80% dos trabalhos mais importantes da empresa. 

Ao invés de sobrecarregar esses 20% que apresentam um alto desempenho, descubra os pontos fortes e fracos dos colaboradores que fazem parte dos 80%. 

Com base nesses dados, a liderança, em conjunto com o RH, pode descobrir e incentivar o desenvolvimento de habilidades diferentes e importantes para a empresa. 

Assim, é possível delegar tarefas e aumentar o contingente de pessoas capazes de desenvolver bons resultados.

Exemplos da Lei de Pareto

Ainda está com dúvidas sobre como implementar o método de Pareto no seu negócio? Então confira abaixo alguns exemplos genéricos sobre a aplicação desse conceito.

  • 20% dos posts publicados em redes sociais geram 80% das interações com o público;
  • 20% do catálogo de produtos e serviços de uma empresa são responsáveis por 80% das vendas de um negócio;
  • 80% das falhas de qualidade são originadas a partir de 20% das tarefas realizadas;
  • 80% do conhecimento obtido ao longo de um curso é resultado de 20% do estudo e leituras realizados por um indivíduo. 

Quais são os cuidados ao adotar a regra 80/20?

Apesar de revelar informações práticas importantes, a regra 80/20 não deve ser encarada como uma verdade universal. 

Na verdade, ela mostra apenas uma tendência que pode ser usada ao seu favor para otimizar a gestão do seu negócio. 

Por isso, antes de tomar qualquer decisão baseada nessa lei, lembre-se de avaliar os dados do seu projeto e considere outras variáveis. Assim, você evita tomar decisões incorretas que vão prejudicar a sua empresa.

O que é o Diagrama de Pareto?

O Diagrama de Pareto é uma ferramenta de análise criada a partir do conceito da teoria 80 20. Ela é utilizada por profissionais e empresas de diferentes setores que desejam entender a relação entre uma ação e seu benefício. 

Para isso, o diagrama é composto por um gráfico de barras, onde um eixo representa as ações e outro, suas consequências. 

Com base no cruzamento dessas informações, são formadas barras de dados que facilitam a identificação de problemas e a antecipação de falhas.

Assim, fica mais fácil definir qual ação é capaz de promover melhor resultado para o seu projeto ou negócio. 

Onde e quando aplicar o Diagrama de Pareto?

O Diagrama de Pareto deve ser aplicado sempre que você quiser descobrir quais fatores e itens devem ser priorizados na sua empresa ou projeto. 

Por isso, o ideal é que esse Diagrama seja elaborado antes de começar um projeto, ainda na fase de planejamento

Quais são as áreas onde a regra de Pareto pode ser potencialmente aplicada?

Como explicamos acima, a lei de Pareto 80 20 pode ser aplicada em diferentes situações, incluindo diferentes departamentos de uma mesma empresa. 

Confira abaixo alguns exemplos de áreas corporativas na qual a regra 80 20 pode ser aplicada com sucesso:

Conclusão

imagem de duas pessoas sentadas escrevendo em pranchetas

A aplicação do conceito da Lei de Pareto no ambiente corporativo pode resultar em diferentes resultados, como o aumento da produtividade e a otimização da gestão.

Por isso, se a sua empresa ainda não implementou a regra 80 20 ou o diagrama de Pareto na fase de planejamento de projetos, está na hora de aproveitar as dicas anteriores para melhorar os resultados do seu negócio.

Gostou do conteúdo? Confira outros artigos sobre gestão de empresas no Blog da PontoTel!

otimize seu controle de ponto e ganhe tempo para sua gestão
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima