Recrutamento e Seleção: o que é, como fazer esse processo e dicas para aplicar com eficácia na sua empresa

imagem de um homem segurando um bloco de ímã em cima de silhuetas de madeira

O recrutamento e seleção é um dos processos mais importantes para quem almeja o sucesso empresarial. Afinal, ser assertivo numa contratação é dar a empresa mais chances de contar com uma equipe produtiva e engajada. 

De acordo com uma pesquisa da empresa canadense Ideal, em média, de 75% a 88% dos currículos que as empresas recebem não têm a qualificação desejada. Por isso, é fundamental dar uma grande atenção aos processos seletivos. 

Visto que, qualquer erro de seleção pode trazer gastos desnecessários, com perda de produtividade, resultados e até mesmo financeira, no caso de demissões futuras. 

Para evitar esse cenário, planejar e organizar o processo de seleção pode ajudar a empresa a chegar ao candidato ideal. Mas como fazer isso? Para responder a essa questão este artigo vai abordar os seguintes assuntos sobre o recrutamento e seleção de pessoas:   

Boa leitura!

software controle de ponto reduz processos operacionais

O que é recrutamento e seleção de pessoas?

Recrutamento e seleção é uma rotina empresarial que tem como objetivo principal atrair profissionais para preencher determinada vaga da empresa. Esse processo é formado por uma série de etapas que vai da divulgação da vaga à contratação de fato. 

Essa rotina, aliás, é uma das mais importantes no dia a dia das empresas, já que, quando o recrutamento e seleção é efetivo, a empresa consegue ter bons talentos na sua equipe e consequentemente aumenta as chances de sucesso da organização. 

Existe diferença entre recrutamento e seleção?

imagem de um grupo de pessoas sentado lado a lado sorrindo

Apesar de serem muitas vezes utilizadas como um termo só – “recrutamento e seleção de pessoas” – essas palavras, no seu conceito, possuem diferenças. O recrutamento está relacionado principalmente à atração de talentos e profissionais para as vagas. 

Já a seleção é o processo na prática, o passo seguinte ao recrutamento, que é quando a empresa, por meio do seu setor de recursos humanos e dos gestores, selecionam os candidatos ideias para ocupar a vaga disponível. 

Inclusive é no processo de seleção que a empresa faz entrevistas, testes técnicos, dinâmicas e outros. A ideia é que com essas ações estratégicas fique mais fácil escolher o profissional adequado e que mais se identifica com o perfil da empresa. 

Principais atividades da área de recrutamento e seleção

A área de recrutamento e seleção é o setor da empresa responsável por selecionar os talentos para as vagas. Porém, esse é o papel na prática, já que este setor deve estar a frente do processo seletivo do início ao final, tendo papel decisivo na contratação. 

De uma forma geral, algumas das principais atividades deste setor são: 

  • Avaliar as necessidades da organização;
  • Montar a descrição da vaga;
  • Criar estratégias de divulgação
  • Fazer a triagem de currículos;
  • Organizar entrevistas; 
  • Desenvolver testes técnicos e comportamentais; 
  • Montar a proposta; 
  • Realizar a contratação; 
  • Valorizar a integração. 

Profissionais da equipe de recrutamento e seleção

A eficácia de um processo de recrutamento e seleção depende do envolvimento de profissionais distintos e que tenham competências que possam contribuir para que a escolha dos candidatos seja assertiva. 

Neste sentido, muitas organizações possuem uma equipe de recrutamento e seleção que conta com profissionais preparados e com habilidades específicas para cada etapa do processo, são eles: 

Headhunter

Headhunter é um profissional especializado em garimpar grandes talentos no mercado. Seu objetivo é encontrar candidatos que se adequem à cultura e ao perfil da empresa, com uma expertise maior em relação ao mercado que a empresa presta serviços. 

Normalmente esses profissionais têm uma grande rede de contatos, que facilita seus relacionamentos com bons talentos e até mesmo com executivos de alto rendimento. Esse profissional pode estar alocado na empresa, mas é bem comum que seja terceirizado. 

Recrutador

Diferentemente do headhunter, o recrutador não vai em busca do candidato, ele faz um trabalho diferente, solicitando o envio de currículos e posteriormente selecionando os que mais se adequam às vagas. 

Ele tem a função de atrair, criar interesse para que determinado candidato envie o currículo para a vaga posteriormente. Esse profissional também participa de todo o processo seletivo, estando em entrevistas, dinâmicas, testes e outros. 

Business Partner

Business partner é o profissional da empresa que conhece a organização de ponta a ponta. Ou seja, ele tem conhecimento sobre o que acontece em setores distintos, das finanças à área administrativa

Até por isso, por seu conhecimento aprofundado da organização, esse profissional tem maior facilidade, num processo seletivo, para ajudar a indicar quais as necessidades da empresa e contribuir para que a contratação seja estratégica.  

Analista de Recrutamento e Seleção

Todo processo seletivo depende de uma boa organização das etapas, neste sentido, o analista de recrutamento e seleção tem uma função importante, tanto no gerenciamento como no planejamento de como o processo vai funcionar ao longo do tempo. 

Esse profissional dá todo o suporte para a construção da descrição da vaga, estratégias de divulgação, triagem de currículos, análise de candidatos e entrevistas. 

O analista de recrutamento e seleção tem também um amplo domínio e conhecimento de tudo que envolve a seleção –  sistema de recrutamento, ferramentas para testes e videochamada, redes sociais e sites de vagas de emprego. 

Psicólogo

O psicólogo também é um profissional que vem tendo uma grande importância no processo seletivo de muitas empresas. Isso porque suas competências podem ajudar a organização a fazer uma avaliação do comportamento daquele candidato. 

Esse tipo de avaliação, advindo deste profissional, pode ser eficaz e ajudar na aplicação e testes de raciocínio, atenção e até mesmo facilita a identificação de habilidades como de liderança, por exemplo, contribuindo para a escolha do candidato ideal para a vaga.  

Como é o processo de Recrutamento e Seleção?

Organizar o processo de recrutamento e seleção é o primeiro passo para que ao final dele a empresa encontre o candidato ideal para preencher a vaga disponível. Porém, antes de iniciá-lo é fundamental conhecer a fundo essa rotina, para planejá-la assertivamente. 

Sendo assim, confira algumas das etapas essenciais e que não podem faltar ao longo do processo de recrutamento e seleção. 

Levantamento das necessidades da empresa

O primeiro passo do recrutamento e seleção é fazer um levantamento das necessidades da empresa. Isto quer dizer que a companhia deve verificar e avaliar os porquês ela precisa contratar um novo funcionário. 

Para ajudar nesta avaliação, é importante considerar se houve uma saída, se existem equipes sobrecarregadas que não vêm dando resultado, ou até mesmo se a empresa deseja expandir o negócio. Isso evita gastos desnecessários com uma contratação. 

Definição da vaga e da remuneração

Um levantamento do site de recrutamento Indeed revelou que mais de 76% dos profissionais verificam as informações sobre o salário antes de se candidatar para uma vaga. Portanto, a remuneração é uma informação essencial na descrição da vaga. 

Além deste detalhe, é fundamental que neste segundo passo do processo, a empresa destrinche todas as  informações da vaga – habilidades, competências, perfil, atividades a serem executadas.

Evitando assim, receber currículos que nada tenham a ver com a vaga ou de profissionais que não estejam de acordo com a remuneração que será oferecida.   

Atração de talentos

A atração de bons talentos no mercado é um desafio. No recrutamento e seleção, além das informações da vaga e de remuneração é necessário, para atrair bons profissionais, valorizar os benefícios que a empresa irá oferecer, destacado-os na divulgação.

E tem mais, para que a busca por bons talentos seja ampla, as empresas também devem se utilizar das mais variadas maneiras de divulgação das vagas – redes sociais, sites especializados, além de aproveitar recomendações e indicações.

Para atrair esses profissionais é importante também: 

  • Disseminar os seus valores e fortalecer a sua imagem corporativa;
  • Criar um bom plano de benefícios;
  • Desenvolver boas estratégias de recrutamento;
  • Valorizar um processo humanizado;
  • Mostrar aos talentos as oportunidades de crescimento na empresa.

Triagem de currículos dos melhores candidatos

A triagem de currículo pode ser de forma automatizada, utilizando os filtros da plataforma ou sistema utilizado, por meio de palavras-chaves, para que o gestor tenha em mãos os currículos dos candidatos que mais tenham a ver com a vaga divulgada. 

Nesta triagem é importante já pré-determinar os mais importantes critérios de triagem, como job description, experiência, competências e habilidades. Até porque, essa triagem é essencial para que o processo seja efetivo. 

Posto que, segundo dados da empresa Ideal, é comum que os recrutadores recebam ao menos 250 currículos em cada processo seletivo e usar ferramentas para facilitar essa triagem pode ajudar muito nesta rotina.  

Selecionar candidatos para entrevista

Após a triagem de currículos, vem a importante seleção dos candidatos. Para que a empresa selecione os perfis certos, nesta etapa, ela pode aplicar testes de habilidades, idiomas e competências. 

Esses testes podem dar um suporte ainda maior, filtrando mais assertivamente, quais os candidatos que devem chegar à etapa de entrevista, que é a que virá logo na sequência da seleção de candidatos. 

Entrevistas com os candidatos

Na entrevista, a empresa poderá conhecer os candidatos mais a fundo e também conseguirá avaliar se realmente todas as etapas realizadas anteriormente foram organizadas corretamente. 

Neste processo é importante ser mais ouvinte do que falante, para conseguir entender os objetivos do colaborador, sua satisfação quanto aos benefícios e remuneração da vaga, identificação com a empresa e experiência no cargo. 

Organize uma listinha de perguntas usuais e assertivas nos processos de recrutamento e seleção, como as seguintes: 

  • Por que você se interessou pela vaga? 
  • Qual sua experiência para assumir o cargo?
  • Por que você deve ser selecionado? 
  • Quais suas habilidades, competências e fraquezas? 
  • Quais as expectativas profissionais
  • Como você lida com pressões? 

Contratar os selecionados

Após todo o processo, chegou o momento de analisar todas as informações levantadas nas etapas anteriores e então contratar aquele candidato que possui as melhores competências para a vaga e que mais se identificam com a empresa. 

É importante que no processo de contratação a empresa planeje tanto as questões burocráticas, como organização de documentos, elaboração de contrato, exame médico, como a estratégia de integração para os novos candidatos. 

Aliás, é importante manter uma boa imagem da empresa no mercado, em relação ao recrutamento e seleção, para isso dê feedbacks até mesmo para quem não foi selecionado, agradecendo a participação. 

Quais os principais tipos de recrutamento e seleção?

imagem de uma mulher sentada entrevistando um homem sentado na sua frente

Um processo de recrutamento e seleção pode ser feito de várias formas. Seja com vagas abertas para apenas colaboradores da própria empresa a uma divulgação externa – para qualquer profissional do mercado. Conheça os tipos de recrutamento e seleção: 

Recrutamento interno

O recrutamento interno acontece quando a empresa abre determinada vaga e a divulga apenas para os colaboradores que já trabalham na companhia. A seleção, então, é feita internamente, como o próprio nome diz.

Recrutamento externo

O recrutamento externo é o oposto do interno. Nesse caso a empresa abre a vaga e a divulga para todos os profissionais do mercado. Isto quer dizer que, só podem participar do processo aqueles candidatos que não trabalham na empresa em questão. 

Recrutamento misto

O recrutamento misto alia os dois tipos, externo e interno. Dessa forma, a vaga está aberta tanto para os colaboradores que já atuam na empresa como para aqueles do mercado geral. 

Recrutamento online

Com a evolução tecnológica, um dos tipos que ganhou força no mercado foi o recrutamento online. Neste tipo todo o processo é feito online e é muito utilizado para empresas que trabalham em regime remoto, com profissionais de outros estados ou até países. 

Recrutamento às cegas

O recrutamento às cegas ignora, num primeiro momento, informações do colaborador referentes a localização, gênero e idade, considerando apenas as competências técnicas e habilidades do candidato. 

Como funciona o recrutamento para PJ?

Uma dúvida recorrente é sobre como funciona o recrutamento para PJ

É sabido que esse profissional não possui carteira assinada e faz parte de um acordo entre pessoas jurídicas para a prestação de serviços, onde o contratado deve emitir nota fiscal dos serviços prestados.

Além disso, a empresa contratante deve colocar em contrato todos os serviços que serão prestados pelo profissional PJ. Então, a contratação do PJ é diferente em relação ao profissional celetista, mas o recrutamento em si é semelhante. 

A empresa pode recrutar um profissional PJ seguindo o mesmo processo com a construção das vagas, divulgação nos mesmos meios, seleção de currículo e entrevista. A diferença é que ela precisa informar que a vaga é para PJ, com emissão de nota. 

A importância da diversidade e inclusão no R&S

De acordo com um estudo da Harvard Business Review, empresas que investem na diversidade e inclusão têm colaboradores 17% mais engajados e conseguem reduzir em 50% o número de conflitos. 

Além desses números positivos em relação a organizações que apostam na diversidade e inclusão, adotar e valorizar as diferenças dos colaboradores pode ser um grande combustível para gerar novas ideias e motivar as equipes

Outro ponto importante é que investir em diversidade e inclusão no R&S pode valorizar a imagem da empresa no mercado, já que é uma demonstração de que ela dá oportunidade para todos, sem distinção, valorizando as competências e não diferenças. 

Dicas para um bom processo de recrutamento e seleção

Para que o processo de recrutamento e seleção seja de fato efetivo a empresa deve se atentar a uma série de passos que contribuam para a escolha do candidato ideal. Abaixo você confere algumas dicas para não errar nesta rotina.  

Busque pela diversidade e inclusão no R&S

imagem de duas mulheres sentadas frente a frente conversando

A diversidade e inclusão dentro do processo de recrutamento e seleção pode contribuir para que a empresa preze por questões como respeito e abre um grande leque de ideias e pontos de vista.

Uma equipe plural inclusive se torna mais parceira e engajada com o que lhe é proposto no dia a dia.  

Além disso, quando a empresa já determina no processo de recrutamento e seleção que a diversidade e inclusão são partes integrantes deste processo, ela demonstra para o mercado que a responsabilidade social é parte da sua rotina. 

Facilitando a atração de novos parceiros, clientes, investidores e talentos.

Aplique a estratégia de Candidate Experience

O processo seletivo precisa deixar uma marca positiva nos candidatos, seja nos que forem contratados como nos que não forem selecionados naquele momento. 

Uma pesquisa da Carrer Builder, mostrou que cerca de 68% dos profissionais acreditam que a forma como a empresa organiza seu processo de recrutamento e seleção é semelhante a forma como ela lida com seus colaboradores no dia a dia. 

Ou seja, se a experiência é boa, a tendência é que o candidato tenha uma visão de que a empresa valoriza e respeita seus empregados. 

Por isso, uma estratégia de Candidate Experience faz com que a imagem da empresa seja fortalecida no mercado. Afinal, quem cria essa experiência positiva para o candidato, humanizando o processo de recrutamento e seleção, consegue fazer com que:

  • Mesmo candidatos não selecionados venham a participar de novos processos futuramente;
  • Os candidatos indiquem a empresa para outros profissionais; 
  • O processo seletivo seja mais assertivo, dinâmico e didático; 
  • Crie uma imagem positiva, já de início, para o candidato selecionado. 

Utilize a tecnologia para otimizar processos

Os processos seletivos a cada dia que passa se tornam mais competitivos e com um nível de exigência maior pelas empresas, que estão sempre em busca do candidato ideal. 

Neste sentido, a tecnologia pode ser uma grande aliada para otimizar processos nesta rotina desde o início.

Atualmente, por exemplo, as empresas podem se utilizar de portais e sistemas específicos, para divulgação das vagas, que permitem a criação de um filtragem que agiliza a seleção e triagem de profissionais que mais se identificam com a vaga disponível na empresa. 

Assim, se evita que a seleção de currículos seja manual, já que a própria inteligência artificial (IA) faz essa escolha de acordo com os filtros que a empresa colocou. 

Sem contar que a tecnologia pode ajudar também para que a empresa faça reuniões virtuais prévias, por Google Meet, Teams, Zoom e até mesmo aplique testes virtuais, sem que tenha que investir num processo presencial. 

Big Data e Inteligência Artificial no R&S

Uma pesquisa do Infojobs mostrou que mais de 95% das empresas dizem que o Big Data foi muito importante para melhorar os processos de recrutamento e seleção. 61% das companhias inclusive dizem que usam o Big Data para tomar decisões estratégicas. 

A inteligência artificial e o Big Data então podem ser extremamente benéficos para que a empresa possa otimizar o processo seletivo. 

Facilitando inclusive um acesso a uma grande quantidade de informações na nuvem e com controle em tempo real dos currículos e dados dos candidatos, permitindo uma avaliação mais criteriosa. 

Sem contar que assim, a organização reduz os erros na escolha de candidatos, já que o algoritmo dos sites de emprego sugere candidatos que mais tem a ver com a vaga, comparando perfis, habilidades e competências e selecionando as melhores opções. 

Além disso, investir em IA no recrutamento e seleção reduz o tempo do processo seletivo e consequentemente faz com que a empresa tenha menos custos com o processo, podendo fazer boa parte dele online – armazenamento de currículos, entrevistas, testes, etc. 

Tecnologia também facilita o controle de ponto

O processo de recrutamento e seleção não pode parar na contratação, é essencial que a empresa crie estratégias para recepcionar bem seu novo funcionário, com ações de integração e processos no dia a dia que facilitem a sua adaptação. 

Portanto, um processo seletivo não deve parar na contratação, pois os investimentos em tecnologia podem ajudar numa rotina essencial que é o controle de ponto. Automatizá-lo pode auxiliar a empresa a mensurar o dia a dia de trabalho desse novo funcionário. 

Seja para verificar em tempo real sua jornada, como para identificar possíveis problemas com atrasos, ausências e outros.

Sem contar que a tecnologia pode oferecer maior facilidade ao novo colaborador para registrar seu ponto, podendo fazê-lo por celular, online ou PC.

Todas essas ações, que facilitam o dia a dia do colaborador, podem elevar sua produtividade e inclusive engajá-lo com a cultura da empresa.  

Conclusão

Como você pôde ver ao longo deste conteúdo, para a empresa ser assertiva no processo de recrutamento e seleção ela precisa valorizar primeiramente o planejamento e a organização dessa rotina, para assim, conseguir ser assertiva nas suas escolhas. 

E como você viu, acertar na contratação pode levar a empresa a alcançar bons resultados, já que com bons profissionais ela eleva as chances de uma produtividade e um engajamento maior de seus profissionais em torno dos objetivos propostos. 

Além do mais, você conheceu os tipos de recrutamento e pôde conferir as principais dicas para fazer com que o processo seletivo seja assertivo. Para que desta forma, a empresa consiga contratar o candidato ideal para as vagas da empresa. 

Se você se identificou com este conteúdo e quer saber mais sobre as principais rotinas das empresas, fique ligado nos conteúdos do blog PontoTel

controle de jornada digital e gestao de pessoas
Compartilhe em suas redes!
Rolar para cima